14 de maio de 2013

Efeméride do dia: Um lanche, um banquete e um baile para João Franco

Primeira página do jornal Entusiasta de 9 de Maio de 1886


14 de Maio de 1886
O Conde de Margaride dá uma esplêndida soirée, que terminou às 5 horas da manhã, em honra do seu hóspede Franco Castelo Branco.
(João Lopes de Faria, Efemérides Vimaranenses, manuscrito da Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento, vol. II, p. 145 v.)

A visita a Guimarães do deputado João Franco, em Maio de 1886, teve um programa muito preenchido. Do programa fez parte uma visita à Citânia de Briteiros, no dia 10. O arqueólogo Francisco Martins Sarmento recebeu Franco em Briteiros, seguindo a comitiva a pé pelo monte de S. Romão acima. Na Citânia, havia um grande ajuntamento de populares e uma banda de música. Depois da visita à Citânia, guiada por Sarmento, na qual o deputado por Guimarães “examinou miudamente toda aquela importantíssima estação arqueológica”, foi servido um lanche, em que se trocaram brindes e saudações.
No dia 12, a Associação Comercial ofereceu um banquete, para 150 talheres, que se realizou no salão do palacete da Condessa de Vila Pouca, que estava iluminado por três candelabros de cristal e grande número de serpentinas de prata. Segundo os jornais, o banquete foi sumptuoso, com um serviço esplêndido. Levantaram-se mais de seis dezenas de brindes, escutando-se a cada um o correspondente discurso. O jantar terminou à uma hora da manhã, tendo João Franco seguido até ao palacete do Conde de Margaride com o acompanhamento de todos os participantes.
O menu do repasto foi o seguinte:

Potages: Royal – À la Reine
Hors d’œuvre: Petits pâtés aux huîtres
Poisson: Au gratin.
Entrées: Filets à la Jardinière – Salmis de Canard – Galantine aux truffes.
Relevés: Mayonnaise d’homard – Foi gras à la Valliére
punch castelo branco
Roti: Dindon truffée
Légumes: Asperges en branche
Entremets: Pudding de cabiné – Blanc Manger – Glace au madère
Fromages
Fruits divers
Vins: Petit vin du Pays – Collares – Madeira – Xerez – Sauterne – Champagne – Porto 1815 – Marquis de Pombal.
Café et liqueurs.

No dia 14, em honra de João Franco, abriram-se as portas parado palacete dos Margarides, onde teve lugar um dos memoráveis bailes que ali costumavam acontecer. A notícia saiu no jornal Religião e Pátria de 17 de Maio de 1886, que a seguir se transcreve:

Baile Na sexta-feira à noite reuniu o sr. Conde de Margaride a elite da sociedade vimaranense, nos seus magníficos salões num esplêndido baile, em honra do sr. Franco Castelo Branco, seu hóspede.
Mais de 50 senhoras, davam o esmalte da graça e o fulgor da magnificência a esta esplêndida festa, com os primores da sua elegância e formosura, e com a riqueza das suas sumptuosas toilletes.
O número de cavalheiros era tamanho, que mal o comportavam os espaçosos salões.
Não enumeramos nem especializamos os nomes das senhoras e cavalheiros, porque receamos que, entre o seu grande número, nos escape algum, e não queremos por forma alguma que um mero esquecimento se tome à conta de menos consideração. Diremos só que há muito se não reuniu, nos salões vimaranenses, uma sociedade tão selecta e tão numerosa.
Os serviços foram sumptuosos e variadíssimos, sucedendo-se quase ininterruptamente.
Dançou-se animadamente, terminando o baile às 5 horas da manhã, quando a luz do dia substituía já a fulgurante iluminação dos salões.
Todos os convidados se retiraram, penhoradamente cativados pelas obsequiosas atenções dos donos da casa, que foram inexcedíveis de considerações, de cuidados pelos seus numerosos hóspedes.
Partilhar:

0 comentários: