8 de março de 2013

Gaspar Nicolas, pioneiro da matemática em Portugal

Página de rosto da edição de 1594 do "Tratado da Pratica de Arismetica" pertencente à Biblioteca  Nacional

De Gaspar Nicolas não se sabe muito. Uma referência na Carta Dedicatória ao Conde de Tentúgal que inseriu no início da primeira edição da sua obra, sabemos que se encontrou com o Conde em Guimarães “não há muitos tempos”. Sendo a publicação de 1519, é muito plausível que Gaspar Nicolas vivesse em Guimarães no tempo em que escreveu a sua obra.
Página onde se faz referência a Guimarães (edição de 1894) 


Do “Tratado de Arismética” de Nicolas conhecem-se onze edições, impressas entre o século XVI e o XVIII (1519, 1530, 1541, 1559, 1590, 1592, 1594, 1607, 1613, 1679 e 1716). Da primeira edição apenas se conhece um exemplar completo, pertencente à Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (reproduzida em 1963, numa edição fac-similada).
Sobre Gaspar Nicolas e a sua obra, escreveu o matemático Francisco Gomes Teixeira, no início da década de 1930, que tinha sido o primeiro reitor da Universidade do Porto:

O livro mais antigo consagrado em Portugal à Aritmética tem por título Tratado da pratica Darismetica, e foi publicado pela primeira vez em 1519 e o seu autor chamava-se Gaspar Nicolas. Diz-se que era natural de Guimarães.
Abre este tratado por alguns capítulos sobre as regras para somar, subtrair, multiplicar e dividir números inteiros e fraccionários, para extrair as raízes quadradas dos números inteiros e para somar progressões. Seguem-se depois numerosos problemas de que o autor dá as soluções, empregando para isso a regra de três, a regra de falsa posição, etc. Alguns destes problemas são de utilidade na vida, outros são interessantes curiosidades numéricas.
Percorrendo-o com atenção, nota-se que o livro mencionado é um excelente manual de Aritmética prática, muito claro e simples na exposição das doutrinas, sem teorias, que certamente prestou bons serviços no século XVI. Dá-lhe um interesse especial a circunstância de o autor do livro ter recolhido alguns problemas considerados nas obras de Frei Lucas de Burgo, como êle próprio diz, sendo assim talvez o primeiro a fazer notar na nossa Península o célebre matemático italiano que depois Marco Aurel, na Espanha, e principalmente Pedro Nunes, em Portugal, engrandeceram, ensinando as suas teorias algébricas.
Gaspar Nicolas não deduz no seu tratado as soluções dos problemas que considera, não emprega a arte algébrica; enuncia-os, indica as soluções e verifica-as, sem dizer o modo como as obteve. É pena que o mesmo aritmético não tenha extraído da obra de Frei Lucas a parte relativa à Álgebra, para a fazer conhecer em Portugal.
O livro de que acabamos de falar, foi muito lido em Portugal no século em que foi escrito e nos seguintes, porque, além da edição de 1519, da qual se conhece apenas um exemplar, possuído pela Faculdade de Ciências do Porto, teve outras em 1530, 1541, 1573, 1594, 1613, 1679 e 1716.
Na Espanha, antes de aparecer em Portugal o livro de Gaspar Nicolas, tinham sido publicados os tratados de Aritmética de Ciruelo, Frei João de Ortega e Siliceo. Seria interessante comparar com eles os do aritmético português, mas não me foi possível fazê-lo, por não ter podido obter os tratados daqueles autores.
[Francisco Gomes Teixeira, História das Matemáticas em Portugal, Biblioteca de Altos Estudos, Lisboa, 1934, consultado aqui: http://www.mat.uc.pt/~jaimecs/livrogt/2parte1.html]

Sobre Gaspar Nicolas e a sua obra escreveu Francisco Leite de Faria, na sua obra Livros Quinhentistas de autores vimaranenses (1982) e no artigo Mais um livro quinhentista de autor Vimaranense: a edição de 1559 do «Tratado da Prática Darismética publicado no volume XXXIX do Boletim de Trabalhos Históricos (1988, pp. 1-6), que pode ser lido aqui: http://www.csarmento.uminho.pt/docs/amap/bth/bth1988_01.pdf.

Na internet encontrámos várias reproduções de diferentes edições do Tratado de Gaspar Nicolas.

Tratado de Arismetica com muyta diligencia emmendada / [Gaspar Nicolas]. - Em Lixboa : [António Álvares] : a custa de Ioam de Ocanha, livreiro do Duque de Bargança [sic], onde se vendem, 1590. - 10, [2] f. ; 4º oblongo (14 cm)
Tratado da pratica de Arismetica / composta & ordenada por Gaspar Nicolas. - Agora de nouo emendada nesta quinta impressam]. - Em Lisboa : [António Ribeiro?] : a custa de Domingos Míz, mercador de libros, 1594. - 141, [3] f. : il., diagr. ; 8º (16 cm)
Tratado da pratica de Arismetica / composta, e ordenada por Gaspar Nicolas ; e agora de novo emendada, & acrecentada por Manoel de Figueyredo Cosmographo Mòr da Conquista destes Reynos de Portugal. - Em Lisboa : em casa de Vicente Alvarez, 1607. - 157, [i. é 158] f. : il. ; 8º (14 cm)

Nos Google Books:

Tratado da pratica de arismetica, Gaspar Nicolas, Manoel de Figueiredo, Francisco de Sousa (Lisboa) - 1677 (http://books.google.pt/books?id=m8YKYYZQSrkC)

Tratado, e arte de arismetica para fazer hum perfeyto cayxeyro, Gaspar Nicolas, Manoel de Figueiredo – 1716 (http://books.google.pt/books?id=MTe0vXrq_rMC)


Partilhar:

0 comentários: