28 de março de 2013

Escritores Vimaranenses (51): José Raimundo de Passos Proben Barbosa


JOSÉ RAIMUNDO DE PASSOS DE PROBEN BARBOSA, Formado na Faculdade de Leis, ou Cânones, pela Universidade de Coimbra, e Juiz de fora da vila da Cachoeira, no Brasil, por decreto de 25 de Abril de 1804, não constando se tomara efectivamente posse, bem como se ignora o mais que lhe diz respeito. — E.
Estabelecendo-se uma grande fabrica de papel de vegetaes (a primeira d'este género que se conhece) na quinta de Sá, junto ao rio Visella, por Francisco Joaquim Moreira de Sá, fidalgo da casa de S. M. etc senhor da mesma quinta: celebra o dito interessante invento José Raimundo de Passos de Proben, juiz de fora etc. na seguinte Ode, dada á luz por um amigo de ambos, e da pátria. Lisboa, Impressão Regia (sem declaração do ano) 4.° de 8 pág.
Deve ter sido impressa no ano de 1804; pois que a fábrica de que se trata, erecta no sítio da Cascalheira, na margem esquerda do Vizela, foi instituída n'esse, ou no ano anterior, e modelada por um plano que ao seu proprietário e instituidor fora insinuado por aviso do Príncipe Regente, expedido em 1802 pela Secretaria da Fazenda. Consta que também concorrera para a erecção da mesma fábrica o ministro que então era dos negócios estrangeiros e da guerra, António de Araújo de Azevedo, que além das auspiciosas informações no paço, foi quem contribuiu com sua dedicação em Londres para resolver o hábil inglês Bichof a vir ser em Vizela director da referida fábrica, de que só hoje existem escassíssimas ruinas. Vejam-se estas indicações mais explanadas na Notícia arqueológica das caldas de Vizela do sr. dr. Pereira Caldas, o qual em seu poder conserva um exemplar da ode aludida, que é hoje extremamente rara. Depois da ode há no impresso dois sonetos a pág. 7 e 8, dirigidos pelo instituidor da fábrica ao príncipe regente, e à princesa D. Carlota, com amostras do papel de restos de vegetais, que primeiro se fabricara em Vizela.
Dicionário Bibliográfico Português, de Inocêncio Francisco da Silva, continuado e ampliado por Pedro V. de Brito Aranha, Tomo V, Imprensa Nacional, pp. 108-109
JOSÉ RAIMUNDO DE PASSOS DE PROBEN BARBOSA (v. Dicc, tomo v, pág. 108).
Nasceu nos arrabaldes de Guimarães a 7 de janeiro de 1772. Filho de  António Joaquim de Passos de Barbosa e Proben.
Formado em cânones a 24 de julho de 1799.
O P. Théberge, no Esboço histórico da província do Ceará, escreve o nome deste autor assim: dos Passos Porbem; Varnhagen alterou-o, escrevendo: Paço Borbun.
Fora membro da junta governativa do Ceará em 1822. Era então desembargador.
Dicionário Bibliográfico Português, de Inocêncio Francisco da Silva, continuado e ampliado por Pedro V. de Brito Aranha, Tomo XIII, Imprensa Nacional, pp. 177-178
Partilhar:

0 comentários: