21 de fevereiro de 2013

S. João de 1893: animação e jogo do saco

O Campo da Feira no início do século XX

Em finais do século XIX os festejos de S. João em Guimarães eram animados, tendo lugar no Campo da Feira e em Santa Luzia. O programa organizado pela comissão de festas do Campo da Feira, para o ano de 1893, foi publicado no jornal Religião e Pátria de 21 de Junho de 1893. A festa seria abrilhantada por brilhantes iluminações, linda cascata, serenatas, lagos, variado e abundante fogo, músicas, etc.

No Campo da Feira, completamente engalanado, haveria um lago, embandeirado a capricho, onde iriam navegar dois elegantes barcos, em passeios durante os quais as mais guapas moças fariam vibrar as cordas mais sonoras das suas gargantas.

A cascata, exibida a partir da meia-noite do dia 23, representaria o nascimento de S. João Baptista e Moisés fazendo rebentar água duma rocha. Estava previsto um concurso de serenatas, em que participariam vários grupos das aldeias dos arredores, que disputariam três prémios. No final, as serenatas percorreriam as ruas da cidade, até ao nascer do dia.

Ao romper do dia 24, a cidade seria acordada por numerosas girândolas de fogo. Duas bandas de música percorreriam então as ruas da cidade, anunciando o início da festa. O mesmo fariam vários grupos de camponesas que, naquela madrugada, percorreriam a cidade entoando cânticos alegres alusivos a este dia festivo. À noite, várias bandas filarmónicas e a banda da Infantaria 20 tocariam as melhores peças dos seus reportórios. Na mesma noite, seriam largadas numerosos balões, primorosamente executados pelo afamado artista Domingos José da Costa (o Véstia). Foram escolhidos os mais hábeis pirotécnicos, que lançariam o fogo a meio da encosta da Penha, onde produz um magnífico efeito.

Nesse ano realizar-se-ia, pela terceira ano consecutivo, uma feira de gado vacum e cavalar.

A companhia do caminho-de-ferro iria juntar-se à festa, organizando comboios extraordinários, com ida e volta a preços reduzidos, nos dias 23 e 24.

Do programa fazia também parte uma competição desportiva, a corrida de sacos, sobre a qual o programa das festas dizia o seguinte:

Jogo do saco

Pelas 6 horas da tarde haverá também o engraçado jogo do saco ou corrida em saco, que é da seguinte forma:

Há sacos disponíveis para todo aquele que quiser tomar parte na corrida. O saco será atado na cintura por uma corda ficando descoberto metade do corpo, não privando o movimento dos braços nem a respiração do ar.

Serão concedidos prémios aqueles que mais depressa chegarem ao respectivo lugar.

Todo aquele que tomar parte na corrida, não poderá parar nem andar ao contrário.


Partilhar:

0 comentários: