Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2012

Alfredo Pimenta, por Miguel Salazar

Alfredo Pimenta foi um historiador e político vimaranense que se destacou no país na primeira metade do século XX. Se o seu percurso político foi acidentado e polémico (começou como republicano de tendência anarquista acabando monárquico e simpatizante dos regimes totalitários italiano e alemão), como historiador destacou-se pela seus estudos da Idade Média portuguesa. Miguel Salazar traçou o seu retrato para a série Vimaranenses Ilustres que vem publicando.

Fernando Távora, por Miguel Salazar

Nascido no Porto, o arquitecto e professor Fernando Távora está profundamente ligado a Guimarães, em especial pela marca indelével que deixou na arquitectura e no urbanismo da cidade. Aqui fica, em mais um dos retratos de Vimaranenses Ilustres de Miguel Salazar.

Sobre o "varandim" do Toural

Ausente de Guimarães por alguns dias, acompanhei de longe a polémica que se reacendeu à volta do Toural, agora a propósito da colocação da obra de arte em forma de varandim dourado. Tendo-o visto hoje, com olhos de ver, suscita-me algumas reflexões.
1. O meu contacto com esta obra foi antecedido pelo visionamento de uma entrevista da autora daquela intervenção, a artista Ana Jotta, ao site Guimarães Digital, com declarações que não me pareceram particularmente felizes. Dizer que o Toural, tal como o conhecemos antes da configuração que agora apresenta, era “uma praça dos anos 50, mais ou menos” é sinal de que o “trabalho de casa” não foi bem feito. O Toural anterior a 2011 foi desenhado exactamente um século antes, na sequência da instauração da República, tendo sido completado no final da década de 1920 com a colocação do mosaico de quartzito e basalto. O único elemento da década de 1950 que lá existia era a fonte-monumento.
Por outro lado, julgo depreender da entrevista em referênc…

Moreira de Sá, por Miguel Salazar

Da série Vimaranenses Ilustres, aqui fica o retrato de Bernardo Valentim Moreira de Sá pelo lápis de Miguel Salazar. Bernardo Moreira de Sá, nascido em 1853, foi um exímio violinista e maestro, tendo dado origem a uma notável dinastia de músicos, de que se destacam Helena e Madalena Sá e Costa. Em Guimarães, é mais conhecido como Valentim Moreira de Sá, sendo patrono da Academia que ostenta o seu nome, instituíada pela Sociedade Musical de Guimarães.