19 de fevereiro de 2012

Da linguagem popular (3)

Da recolha de Provincianismos minhotos de Alberto Vieira Braga, algumas palavras e expressões que figuram na letra B. De bacóla a bute, passando por badalhoca, barreleiro e bojarda.


Bacóla — Homem de pouco préstimo.
Desafio, desafio,
desafio à viola
eu nunca desafiei
com semelhante bacóla.

Badajola — Bacóla — ver este termo.

Badalhoca — Mulher mal arranjada e suja.

Barreleiro — Dala — tabuleiro de lousa onde se lava a louça.

Barrufador — Borrifador, regador. Dic. Cândido Figueiredo regista barrufar.

Bédoira ou Bédoura — Feiticeira, bruxa.

Beijo-de-pretaBeijo-de-Preto — Beiços arrebentados — designação pop. da herpes labial (Porto, Guimarães). O povo chama-lhe também, e talvez mais correntemente, bicho e beijoca.

Berrelas — Pessoa que berra muito. O mesmo que berregas. Vem no N. D. C. F. como prov. trasm.

Berzunda — (calão) Pandega, estroinice.

Bico — Obra miúda que qualquer artista arranja, para fazer fora das suas horas de serviço.

Biqueirada — (calão) Pontapé. (Inf. de S. D.).

Bisca — (calão) Escarro.

Bisgaio — Visgolha, zarolho.

Bodegão — Diabo.

Bóia — ver bóia — ver-se embaraçado, parvo; não perceber bóia — não perceber patavina.

Bojarda — Peta, escova, aróla, etc.

Bradório ou Brodório — -Beberete que os doridos dão depois do enterro.

Bucho — Alcatruz; (calão) meretriz ordinária.

Bufas — (calão) Botas. Suíças.

Bute — (calão) Para mandar embora. "Bute p'ró olho da rua que é sala dos cães".



Partilhar:

0 comentários: