31 de julho de 2009

Onde está a certidão?

Leio e espanto-me (ou talvez não...):

O professor da Universidade Nova de Lisboa e comissário das comemorações dos 900 anos do nascimento de D. Afonso Henriques, afirmou, em pleno Rossio - Viseu, que ‘se há cidade que prova o nascimento de D. Afonso Henriques é Viseu’. Guimarães também reivindicou o nascimento do monarca. Porém, no entender de João Silva, ‘sem provas documentais, agarrou-se apenas à tradição’, enquanto Viseu se baseou em ‘documentos históricos’.


Pelos vistos, a acreditar no que aí vai, já foram descobertos "documentos históricos" que comprovam que D. Afonso Henriques nasceu em Viseu. Só não se percebe porque é que não são divulgados. E se nos mostrassem as "provas documentais"?

Já aqui se disse e se repetiu: a questão do local do nascimento de Afonso Henriques é, na nossa História, uma questão menor. Mas, mesmo quando trata de simples minudências, historiador que se preze não deixa que a paixão bairrista se sobreponha ao rigor. Impõe-se, por isso, que se exibam os "documentos históricos" de que se fala .
Partilhar:

1 comentários:

aan disse...

NOTA DO AUTOR DO BLOGUE:

Foram colocadas, na caixa de comentários deste texto, algumas observações que desencadearam uma discussão que envolveu questões de natureza pessoal, envolvendo terceiros e contrariando o espírito que pretendo para um espaço com a natureza deste blogue. Depois de ter colhido o consentimento do único autor desses comentários que se identificou com o seu próprio nome, decidi eliminar os comentários aqui colocados.

Pelo facto, peço desculpa aos leitores.