24 de maio de 2009

Capital Europeia da Cultura

De volta, esperando que com mais constância, depois de algumas semanas de afastamento das Memórias de Araduca, por força do trabalho acumulado, que teima em não se desacumular.

Entretanto, as comemorações dos 900 anos de Afonso Henriques já estão em fase de arranque e Guimarães obteve, finalmente, a chancela formal da condição de Capital Europeia da Cultura no ano de 2012. Talvez por força de já há muito se ter assumido que a CEC2012 estava garantida, não se notaram manifestações de regozijo particularmente efusivas, como seriam se esperar perante o anúncio da decisão do Conselho de Ministros da Cultura da União Europeia de 12 de Maio de 2009.

A Capital Europeia da Cultura será uma oportunidade única e irrepetível na história desta cidade, tão rica de passado, mas de futuro incerto, por força da crise económica e social que atinge o território onde está inserida, muito mais antiga e estrutural do que a convulsão em que hoje anda a conjuntura económica mundial. Uma oportunidade que não pode ser desperdiçada.

Para argamassar o projecto da CEC2012, muito se ganhará se se for colher inspiração aos grandes empreendimentos colectivos a que as gentes desta terra já meteram mãos, ao longo da história, com generosidade e entusiasmo. Não tenho dúvidas: 2012 será um sucesso. Se for um conjunto de eventos grandiosos que coloquem esta cidade na agenda cultural europeia ao longo de um ano, se for apenas isso, será um sucesso. Mas importa ir mais além. Importa que que seja preparado com inteligência e largueza de horizontes suficientes para que seja um sucesso para além do instante, para que deixe lastro para o futuro.

É, pois, tempo de conquistar o envolvimento activo dos vimaranenses. De todos os vimaranenses, sem que haja espaço para que uma muralha se atravesse entre o nosso e o deles, como ainda acontece na cena cultural de Guimarães.
Partilhar:

1 comentários:

Anónimo disse...

Já fazia falta; Prof.
Espera-se que o seu trabalho acumulado seja também inerente, à inserção da Fundação neste grande projecto do CEC 2012.

Ass: Um "curioso".

Ps: Espero que tenha gostado da performance do Sérgio (Godinho).