10 de dezembro de 2008

As Nicolinas de 1865

Festejos Escolásticos. – Principiaram quarta-feira os festejos que todos os anos faz nesta cidade a classe escolástica, e que são conhecidos pelo nome de festejos de S. Nicolau.

Levantou-se no Toural o mastro com a bandeira escolástica, o qual foi até ali acompanhado por grande número de estudantes, com música.

Ao levantar-se o mastro, subiram ao ar alguns foguetes, e de manhã percorreu as ruas da cidade a mesma banda de música.

Gazeta do Minho, n.º 4, 1.ª série, Guimarães, 1 de Dezembro de 1865

Festejos escolásticos. – Acabam hoje os festejos escolásticos que noticiámos no número anterior.

Ontem, fez-se, segundo o costume dos mais anos, o célebre magusto no largo do Toural, tendo primeiro ido os estudantes, com uma banda de música, à Cruz da Pedra, receber a posse do mato que lhes dão os oleiros, e que é conduzido para o Toural em forcados, Depois de feito o magusto, correram-se todas as outras posses, tocando sempre a banda de música.

De tarde saiu o bando, acompanhado de grande número de estudantes mascarados, que formavam o préstito de tambores, O bando, que foi recitado por o inteligente mancebo o sr. António José Ferreira Caldas Júnior, é composição do nosso amigo snr. José Ferreira Mendes de Abreu.

Hoje, depois de irem á freguesia de Urgeses simular a recepção do antigo legado, vêm de manhã os estudantes distribuir às damas escolhidas maçãs, e de tarde saem dois bailes em costumes, e algumas exibições.

Estes festejos, que outrora foram pomposos, agora vão em notória decrescência.

Gazeta do Minho, n.º 5, 1.ª série, Guimarães, 6 de Dezembro de 1865

Partilhar:

0 comentários: