7 de julho de 2008

O "Berço da Monarquia", segundo José Sampaio

José Sampaio. Retrato a óleo de Abel Cardoso, da Col. da Sociedade Martins Sarmento

Texto Publicado por José Sampaio no número único de "A Apotheose", publicado em Guimarães no dia 19 de Outubro de 1887, aquando da inauguração da estátua de Afonso Henriques:

Guimarães é, dizem, o berço da monarquia. - Não sei se todos o dizem sinceramente com respeito pelas suas tradições históricas; mas a verdade é que os factos autorizam em certa maneira esta designação.

Naquele gigantesco baluarte de granito, que coroa o alto da cidade, viveu a corte do Conde Borgonhês D. Henrique, primeiro governador do condado Portucalense, e de D. Tareja, a formosa filha de Afonso VI de Castela, a qual ali deu à luz Afonso Henriques.

Quem souber interrogar aquelas negras muralhas, há-de ouvir contar como se formaram as primeiras conspirações para quebrar a vassalagem prometida ao suserano de Leão, e se agitaram as grandes questões políticas e diplomáticas, que guiaram D. Henrique no intento de estabelecer a independência do reino; como se formaram planos militares e como, enfim, por mais duma vez dali saíram as mesnadas dos barões portugueses a embater ao norte os leoneses e ao sul os sarracenos.

Não lhe é pois de todo mal cabido o epíteto de berço da monarquia.

Guimarães.

José Sampaio.
Partilhar:

0 comentários: