27 de janeiro de 2008

Vimaranenses: Padre José Pinto Pereira

Veio à luz a 30 de Março de 1659 tendo por progenitores a Jerónimo Vaz de Sá e D. Jerónima da Cunha.

Dado à vida eclesiástica, a ela se entregou a incessante leitura e aturado estudo enriquecendo as letras com várias produções suas em português, italiano e latim, sobressaindo entre estas o "Apparatus historicus" e não sendo menos curiosa a que intitulou "Benedictus XIII, Summus Eclesia Pontifex Gratia Benedictus, etc.

Expedicionário em Roma no longo espaço de 28 a 32 anos, não esqueceu ali a pátria, antes lembrado sempre se a engrandecer, foi incansável nos malogrados trabalhos intentados na Sé Apostólica para a beatificação de D. Afonso Henriques, em que tanto se empenhavam os cónegos regrantes de Santa Cruz de Coimbra.

Regressando ao reino por ordem real, faleceu a 17 de Fevereiro de 1733, tendo em Lisboa pomposíssimas exéquias, mandadas celebrar em sua honra por el-rei D. João V em atenção aos seus valiosíssimos serviços.

Era ainda este nosso ilustre patrício fidalgo da casa real, cavaleiro professo na Ordem de Cristo e conselheiro no ultramar.

[João Gomes de Oliveira Guimarães, in O Espectador, n.º 22, Guimarães, 27 de Março de 1884]


Partilhar:

0 comentários: