Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2005

Daqui nasceu Portugal

O 24 de Junho está envolvido pelo fascínio dos actos fundadores, como resultado da sua associação identitária com os fundamentos da independência de Portugal. É inegável que existe uma vinculação simbólica com a matriz original da nacionalidade portuguesa que, para o bem e para o mal, é sistematicamente convocada para explicar o presente. A data e o local do acto fundador da nacionalidade portuguesa não são consensuais. A maior parte das opiniões dos especialistas distribuem-se por três momentos: 1128 (Batalha de São Mamede), 1139 (Batalha de Ourique e subsequente proclamação de Afonso Henriques como rei de Portugal), 1179 (Bula Manifestis Probatum, que consagra o reconhecimento da independência de Portugal pelo Papa). Durante largo tempo, o 24 de Junho de 1128 foi ignorado na nossa historiografia, sendo atribuída a primazia à Batalha de Ourique, data mais conveniente à ideia da determinação divina da acção de Afonso Henriques, por força do milagre que a terá antecedido. Negada por Ale…

O Túmulo dos Pinheiros

A actual torre sineira da Igreja da Colegiada da Oliveira data dos primeiros anos do século XVI. Foi mandada construir pelo Dr. Pedro Esteves Cogominho, ouvidor do Duque de Bragança, em substituição da que tinha sido erigida a mando de D. João I. Mas não completou a obra. Quando a morte o levou, só um terço da torre estava levantado, pelo que foi o seu filho D. Diogo Pinheiro, Prior de Guimarães, comendatário de diversos mosteiros e futuro Bispo do Funchal, que se encarregou de a concluir. É dele o brasão de armas que encima a magnífica janela manuelina que foi rasgada na torre, representando um pinheiro e um leão associados ao chapéu e aos cordões característicos das insígnias eclesiásticas.

A torre reparte-se por três andares, cuja separação é marcada por frisos lavrados na fachada exterior, onde se destacam duas gárgulas zoomórficas, uma delas particularmente célebre em razão da sua disposição obscena.

É no piso inferior da torre que se abriga a capela dos Pinheiros onde, sob uma abó…