1 500 000



Estava eu atento, à espera de assinalar o número redondo (o leitor 1.500.000) das Memórias de Araduca, oferecendo-lhe uma viagem ao futuro, distraí-me e… já não o apanhei.
Um milhão e quinhentas mil leituras não é mais do que isso, um número muito arredondado (e a conta nem sequer está certa, porque o contador foi posto a zeros quando este blogue já tinha alguns anos). Nada de especial, nem sequer é motivo para ceder ao apelo de alguns amigos (“ó homem, põe publicidade nisso, que sempre ganhas uns trocos...”), mas não deixa de ser motivo para algum orgulho para quem alimenta um blogue que (quase) só trata de assuntos locais e que não são motivados pela ditadura das urgências efémeras. E que, pela parte que me toca, demonstra que as declarações de óbito da blogosfera foram um nadinha precipitadas...

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.