3 de maio de 2013

Efeméride do dia: Guimarães e Braga: um antagonismo tão velho como a Sé de Braga

Gárgula da Sé de Braga, um cu virado para Espanha
(fotografia tirada daqui)



3 de Maio de 1213

Bula do Papa Inocêncio III, em Latrão, aos Priores dos mosteiros da Costa e S. Torcato, dizendo-lhes que não sendo lícito separar os membros da cabeça, era para admirar que eles, cujas igrejas estavam situadas na diocese de Braga, se recusassem a obedecer ao Arcebispo da mesma, sem privilégio algum de isenção, o que considerava grande crime e porque a prescrição não aproveitava à desobediência, portanto manda-lhes obedeçam à igreja de Braga como os demais clérigos da diocese, sob pena de confirmar a sentença que contra eles desse o dito Arcebispo.

(João Lopes de Faria, Efemérides Vimaranenses, manuscrito da Biblioteca da Sociedade Martins Sarmento, vol. II, p. 109)

Quando me perguntam sobre a antiguidade do antagonismo entre Guimarães e Braga, eu costumo responder, usando uma expressão popular, que é tão velho como a Sé de Braga. Todavia, neste caso, o dito popular pode ser lido literalmente, como o demonstra o facto de hoje passarem oito séculos sobre a data de emissão de uma Bula do Papa Inocêncio III em que é censurada a rebeldia dos priores de dois mosteiros vimaranenses (Costa e S. Torcato) que se recusavam a aceitar a autoridade do arcebispo de Braga. Foi no dia 3 de Maio do ano de 1213, num tempo em que a Sé de Braga ainda andava em obras.

Partilhar:

2 comentários:

lince Ibérico disse...

Mosteiro da Costa é a atual pousada de Santa Marinha, o Mosteiro de S. Torcato é que que não deve ter nada a ver com a atual Igreja,já não existe!

Antonio Amaro das Neves disse...

Existe, ainda, algo. É a igreja do mosteiro (igreja velha)