1 de março de 2013

Para a história da publicidade em Guimarães (4)



O carapoceiro

Reportório crítico-jocoso, e prognóstico diário
Para 1857.
(1.° ano da sua publicação)

Contém além das fases da lua, e os dias particulares do semana, um juízo do ano perpétuo, pelas letras Dominicais, e o modo muito fácil de as achar, acompanhado com exemplos; um caso muito sério; o aldeão zeloso; o clero, ou o que é um mau padre; história do escravo e do leão no deserto do Egipto; carta do Guimarães (de pedra) ao seu amigo de Lousada; influência dos tempos pelos planetas, e sua origem, segundo a fábula; Santa Quitéria no monte de Margaride; eclipses, velações, estações do ano, equinócios, solstícios;  prólogo ao leitor e com as festas móveis calculadas até ao ano de 1886, etc.
Vende-se no Porto, rua do Bonjardim n.º 7, e nas províncias nas lojas do costume.
— Preço 100 rs.
Partilhar:

0 comentários: