29 de maio de 2011

O Toural em imagens - Detalhes (9)

O lado nascente do Toural numa imagem do início do século XX.
(clicar para ampliar)

A muralha que circundava o velho burgo de Guimarães delimitou a praça do Toural até ao final do século XVIII, na sua frente voltada para o Nascente. Do lado do Norte, estava a Torre de S. Domingos ou da Senhora da Piedade, por cujo interior se abria a Porta da Vila. Do outro lado da Praça, abria-se a Porta Nova ou de S. Tiago.

Em 1793, a Rainha D. Maria I ordenou a demolição da velha muralha, para que os moradores da rua da Arrochela pudessem “puxar” as suas casas para o lado do Toural, mas sem diminuir ao tamanho da praça. Para permitir que os novos edifícios fossem alinhados em linha recta, foi autorizada a demolição da Torre da Senhora da Piedade. O projecto para as novas edificações terá sido remetido de Lisboa, sendo evidentes as suas afinidades com a arquitectura pombalina. Completada a obra, o lado nascente do Toural afigura-se, como o descreveu o Padre António Caldas, a “um só edifício regular e simétrico, de quarenta e quatro portas e cento e vinte e cinco janelas”.

Não ficou memória visual do frontão que se levantou no centro deste conjunto de edifícios, em cujo vértice assentava uma estátua de grandes dimensões, representando a Fama, com o seu clarim de metal. Segundo o Padre Caldas, frontão e estátua terão sido retirados “porque o seu peso considerável ia fazendo afastar as paredes da linha de prumo”-
Partilhar:

2 comentários:

Pedro disse...

Boa noite,

Conhece alguma imagem da "famosa" marquise que foi projectada para o Toural? A sua descrição está no Comércio de Guimarães, ma ser´que existe algum esboço desse projecto?

Cumprimentos

aan disse...

Não conheço, nem sei se sobreviveu qualquer imagem do projecto do Capitão Pina, que chegou a estar exposto num estabelecimento da praça. A sua descrição encontra-a aqui: http://araduca.blogspot.com/2007/10/marquise-do-toural.html