10 de maio de 2011

O Toural em imagens (13)

O monumento a D. Afonso Henriques, no Toural.
(clicar na imagem para ampliar)

Levantamento do monumento a D. Afonso Henriques, para o transportar para a colina do Castelo (maio de 19409.
(clicar na imagem para ampliar) 

Em 1940, no quadro da comemoração dos centenários, procedeu-se ao aformoseamento da zona do Castelo, da Capela de S. Miguel e do Paço dos Duques, baptizada como Colina Sagrada. No contexto desta intervenção, em que se acentuou naquele local a presença dos elementos materiais e simbólicos associados à fundação da nacionalidade, concretizou-se a tão falada transferência da estátua a D. Afonso Henriques, que se concretizaria, perante a curiosidade geral, em Maio daquele ano. A praça ficava vazia, estando em curso a discussão sobre o que colocar no coração da Praça D. Afonso Henriques. Havia quem defendesse que o lugar deixado vago pela estátua afonsina deveria ser ocupado por um monumento a S. Dâmaso. A Comissão de Estética, criada pela Câmara Municipal deliberou, na sua primeira reunião, realizada um ano antes da transferência da estátua, a devolução à praça do chafariz quinhentista, que tinha sido trasladado para o Largo Martins Sarmento, o que não se concretizaria.

Note-se que o que foi transferido para a colina do Castelo foi apenas a estátua. O pedestal de mármore, também concebido por Soares dos Reis para integrar o monumento inaugurado em 1887, foi substituído por um novo, em granito. Desconheço o destino do pedestal original.
Partilhar:

0 comentários: