25 de dezembro de 2010

Para a história do Teatro Jordão (8)


Tendo Bernardino Jordão falecido no dia 24 de Maio de 1940, ganhou maior força a insistência de que fosse atribuído o seu nome, conforme era sua vontade, à obra mais emblemática que legara à cidade de Guimarães.

Em Dezembro de 1940, por despacho do Ministro da Educação, foi finalmente consagrada a designação que a sala de espectáculos ostentava na sua fachada desde sempre: TEATRO JORDÃO.

"O Comércio de Guimarães" noticiou a novidade, em 13 de Dezembro:

“TEATRO JORDÃO”
 
Com satisfação, soube-se em Guimarães, que s. ex.a o snr. Ministro da Educação Nacional, tinha assinado uma Portaria que autoriza que o “Teatro Martins Sarmento", volte a usar o seu primitivo nome, isto, é “Teatro Jordão”.

Diversas démarches tinham sido feitos neste sentido, sendo, enfim, satisfeita uma aspiração que vinha sendo alimentada desde o primeiro dia da fundação daquela excelente casa de espectáculos.

Parabéns aos proprietários da Empresa Jordão, por verem satisfeito um justo desejo de seu saudoso e nunca esquecido Pai, e de todos aqueles que pugnavam porque justiça lhe fosse feita.
Partilhar:

0 comentários: