2 de novembro de 2008

Ainda a proposta de Bernardino Machado sobre as Dominicas

[Fotografia de Eduardo Brito]
Fonte do antigo Convento de Santa Rosa do Lima (pormenor de uma das bicas).

Na sequência da proposta do deputado Bernardino Machado, para entregar à Sociedade Mertins Sarmento o Convento de Santa Rosa do Lima (Dominicas), foi entregue na Câmara dos Deputados duas representações com a mesma intenção , uma da Associação de Socorros Mútuos Vimaranense, entregue pelo deputado Ilídio Machado, a outra da "população de Guimarães", apresentada por Bernardino Machado. As representações e as intervenções que a seu propósito ocorreram, foram publicadas no “Diário da Câmara dos Senhores Deputados da Nação Portuguesa”, sessão de 5 de Maio de 1883:

Representações
...
...
3.ª Dos habitantes da cidade de Guimarães, pedindo para ser aprovado o projecto de lei apresentado na sessão de 26 de Março último pelo sr. deputado Bernardino Machado, que tem por fim conceder à sociedade Martins Sarmento, promotora da instrução popular naquela cidade, o edifício e cerca do convento das religiosas de Santa Clara de Lima.

Apresentada pelo sr. deputado Bernardino Machado, e enviada à comissão de fazenda, ouvida a de instrução primária e secundária.

...

O sr. Ilídio do Vale: - Mando para a mesa uma representação da Associação de Socorros Mútuos Vimaranense, juntando o seu pedido ao de outras corporações da cidade de Guimarães, a fim de que seja convertido em lei, com a brevidade possível, o projecto de lei, apresentado nesta câmara pelo sr. deputado Bernardino Machado, para a concessão do edifício e cerca do convento das religiosas de Santa Rosa de Lima sociedade Martins Sarmento, para que nesse edifício possa funcionar o instituto-escola criado por essa benemérita associação, e que é incontestavelmente o mais completo, criado pela iniciativa particular no nosso país, porque, alem de todas as disciplinas, que constituem o curso dos liceus de 2.ª classe, tem ainda cursos nocturnos de desenho profissional, tão necessário naquela localidade.

Creio mesmo, que o governo não tem ainda os dados oficiais necessários para bem avaliar a importância e desenvolvimento deste instituto, apesar do funcionário desde o princípio do corrente ano lectivo.

Estou convencido que se os tivesse não deixaria do estimular e prestar o devido auxílio a tão proveitosa instituição.

E quando todos os dias se está aqui a ouvir queixas sobre a falta de iniciativa particular no nosso país em beneficio da instrução, parece-me que com alguma razão se poderia acusar também a falta de auxílio dos poderes públicos a essa iniciativa, quando ele tenta traduzir-se em factos.

A representação da Associação de Socorros Vimaranense, bem como todas as outras no mesmo sentido, parecem-me muito dignas da atenção de um governo e de um parlamento que tenham a peito não simplesmente declamar sobre a falta de instrução, mas sim propagá-la e difundi-la, e como tal espero que ela será tomada na consideração que a todos os respeitos merece.

O sr. Bernardino Machado: - Mando para a mesa uma representação de habitantes do Guimarães em favor do projecto de lei que tive a honra de trazer a esta câmara para ser concedido à sociedade Martins Sarmento o edifício e cerca do convento de Santa Rosa de Lima.

Os serviços com que a sociedade Martins Sarmento tem já correspondido aos seus nobres intuitos fazem-nos ver nela mais do que o impulso generoso da sua fundação, uma força perseverante de colaboração para o desenvolvimento intelectual do país, e estou certo por isso que os poderes constituídos nunca lhe faltarão com o seu apoio, que é uma dívida pública.


Partilhar:

0 comentários: