Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2006

Os forais de Guimarães

Um foral é uma carta de lei, através do qual o rei regulava o modo de administração, as modalidades da cobrança de impostos e os privilégios de um concelho. Era um documento muito valorizado pelos habitantes de qualquer povoação, pois simbolizava os seus direitos e as suas liberdades. Guimarães teve dois forais que, no essencial, vigoraram até ao decreto reformador de Mouzinho da Silveira com que, em 1832, se extinguiram os foros, os censos e as outras obrigações impostas pelos forais.O primeiro foral de Guimarães é anterior à formação do Estado português. Foi concedido pelo Conde D. Henrique e por D. Teresa em data incerta, presumivelmente entre os anos de 1095 e 1096, e beneficiava todos os que viessem “para esta vila habitar para sempre”. Trata-se de um documento muito interessante e singular, nomeadamente por força do pioneirismo das preocupações com o fomento das actividades comerciais que transparecem do seu texto. Dá ênfase especial aos tributos a pagar pela venda de diversos a…

O Museu Arqueológico

O Museu Arqueológico da Sociedade Martins Sarmento é o mais antigo e um dos mais re­presentativos museus arqueológicos portugueses. Instalado no convento de S. Domingos em Guimarães, foi inaugurado no dia 9 de Março de 1885, oito anos antes do Museu Nacional de Arqueologia. O acervo inicial do Museu reunia o espólio recolhido por Martins Sarmento nas escavações na Citânia de Briteiros e no Castro de Sabroso e nas suas incursões pelo território do Entre-Douro-e-Minho: objectos de pedra encontrados em antas, mamoas e cavidades de penedos (machados, pontas de seta, facas, pontas de dardo); machados de pedra; machados de bronze de formas variadas; dois exemplares de machados de ferro; fragmentos de cerâ­mica decorada com mais de cinquenta temas ornamentais diferentes; objectos de bronze da Citânia e do Sabroso (alfinetes ou pregos de diferentes formas, fíbulas, contas de colar, braceletes; agulhas, etc); vasilhas e lucernas de barro; objectos de metal e moedas pro­venientes das termas de V…