Do svidaniya.

Chegaram sem se fazerem anunciar e sem dizerem ao que vinham. E, assim como apareceram, desapareceram. Os russos que andaram pelas Memórias de Araduca — quase 10.000 em menos de dois dias — já se foram embora e não levaram nada. Até porque, daqui, não havia nada para levar. До Свидания, que é como quem diz, do svidaniya. Adeus.

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.