26 de fevereiro de 2013

Da educação das raparigas


Quando o século XIX se aproximava do fim, a educação das raparigas continuava dirigida para a sua preparação para o mundo doméstico. A instrução das raparigas das classes mais altas tinha como finalidade prepará-las para o casamento e não para assegurarem o seu sustento. Aprendiam as artes da agulha, bordar e costurar, a tocar piano, a falar francês. Em 1891, o jornal Religião e Pátria publicou um anúncio em que se publicitava um novo colégio, dirigido por Senhoras Salésias, situado em S. Miguel das Aves, distando apenas da estação de Negrelos na linha de Guimarães, o espaço de um pequeno passeio a pé, que prometia uma educação esmerada, assente na solidez de princípios da Religião Cristã, firmeza temperada de carinho e disciplina, esmero em cultivar o espírito e formar o coração. Ali aprenderiam a ler, escrever, contar, sistema métrico, aritmética, português, francês, geografia, história universal, piano, desenho, flores e economia doméstica.

O anúncio indicava os custos mensais da pensão das educandas: uma mensalidade de 8.000 réis, paga em trimestres, antecipadamente, mais 500 réis mensais caso quisessem que a roupa fosse lavada e engomada no colégio e outro tanto para aluguer do piano, caso o não tenham e pretendam estudar aquele instrumento. Livros, medicamentos e outros extras eram pagos separadamente. Particularmente interessante é o rol do enxoval que cada rapariga admitida no Colégio da Visitação de Santa Maria., de S. Miguel das Aves, deveria levar aquando da sua admissão. É o seguinte:

Enxoval que cada educanda deve trazer
1 Leito de ferro,-segundo o modelo do Colégio e que não exceda a 1m,70 de comprido e 0m,75 de largo.
Colchão, enxergão, travesseiro e almofadinha.
6 Lençóis.
3 Fronhas de travesseiro e 3 de almofadinha, tudo liso.
3 Cobertores.
2 Cobertas brancas.
1 Cortinado segundo o modelo do Colégio.
4 Toalhas de rosto.
4 Guardanapos.
6 Camisas de dia.
4 ditas de dormir.
2 Camisolas de malha.
2 Corpos de flanela.
2 Coletes de espartilho.
2 Saias de baetilha, lã ou flanela.
2 ditas de fazenda escura.
6 Pares de calças.
24 Lenços de assoar
12 Pares de meias.
1 Vestido de merino preto.
1 Casaco próprio para Inverno
1 Talher de metal fino.
1 Copo de vidro para água e outro pequeno para vinho
1 Caixa de folha para pentes, escovas de pentes, de dentes, fato e cabelo. Sabonetes, esponja, pós de dentes.
1 Copo para o lavatório.
1 Lavatório de ferro.
1 Bacia de loiça e outra de folha pintada com o número da Educanda.
1 Cadeira para o dormitório.
1 Dita para o trabalho.

Religião e Pátria, Guimarães, 14 de Fevereiro de 1891


Partilhar:

0 comentários: