13 de março de 2012

A destilaria bracarense

Eis um mito urbano vimaranense, duplamente assustador, que circulou em meados do século XIX:

Muito pode a ignorância — Difundiu-se, entre o povo da cidade e subúrbios, um terror pânico de ser destilado depois de morto; o caso é este: espalhou-so o boato de que as pessoas que falecem no hospital da Santa Casa, são remetidas para Braga, a fim de ali servirem na destilação do gás! A graça é galante; porém, o que é mais galante é o povo ignorante acreditar nesta facécia e recusar ir para o hospital, dizendo [que] não quer ser destilado depois de morto. 
A Oliveira, n.º 3, Guimarães, 4 de Maio de 1860
Partilhar:

1 comentários:

Mr.Karvalhovsky disse...

Votem em Guimarães para o vencedor da melhor cidade a visitar em 2012 (já não há muito tempo):

http://foxnomad.com/2012/03/27/the-best-city-to-visit-travel-tournament-2012-championship/