2 de maio de 2011

O Toural em imagens (5)

A Zona do Toural na planta de c. 1569

O Toural em meados do séc. XVI. Reconstituição de Miguel Bastos.
(clicar para ampliar)


Não conhecemos representações do Toural anteriores ao século XIX. O meu amigo Miguel Bastos, tomando como base a planta de Guimarães de c. 1569, ensaiou uma reconstituição, cujo esquisso (que o autor classifica de “especulativo”) aqui fica, juntamente com as notas do autor, que se seguem:

- Vêem-se as duas Torres: a da Sra. da Piedade (ou de S. Domingos) onde estava inserida a Porta de Vila (ou de S. Domingos) e a da Alfândega; *

- Vê-se o Postigo de São Paio (com uma sugestão do que seria a imagem de S. Pedro que a encimava);

- O lado norte e o lado poente tinham casas de 2 pisos, sobradadas/alpendradas (onde se fazia o comércio/mercado);

- Ao lado da Torre da Alfândega estava um alpendre/telheiro que funcionava como mercado (e que viria a ser modificado mais tarde – não sei se em 1569 era já Casa da Alfândega…);

- Na base do muro, que não tinha um alinhamento recto como tem hoje a fachada pombalina, havia 2 ou 3 degraus;

- Desenhei (especulativamente) o que seriam os afloramentos rochosos (penedos/lajes do Toural);

- Desenhei o que seria a capela de São Sebastião, que depois seria modificada para igreja, e que seria idêntica, a julgar pela planta, á capela de santa Cruz, perto do castelo ou à de Santiago que havia na mesma praça.

* Note-se que, ao contrário do que aparece em algumas representações que têm sido ensaiadas, a Porta da Vila não ficava ao lado da Torre de S. Domingos, mas sim na própria torre.


Outras perspectivas:


O Toural em meados do séc. XVI. Perspectiva a partir do lado norte. Reconstituição de Miguel Bastos.
(clicar para ampliar)


O Toural em meados do séc. XVI. Perspectiva a partir do lado sul. Reconstituição de Miguel Bastos.
(clicar para ampliar)
Partilhar:

1 comentários:

Pedro disse...

Era fixe uma máquina do tempo para irmos ao terreno daquela época. Fixe!