1 de maio de 2011

O Toural em imagens (3)

 Vista do Toural, lado voltado a sul, em meados do séc. XIX.
(Clicar na imagem para ampliar)

Segundo Rafael Bluteau, a palavra toural não tem origem latina, significando o lugar onde os coelhos costumam estercar e onde os caçadores lhes fazem esperas. Tem também o significado, em Bragança, de mercado de gado bovino. Há quem associe o Toural de Guimarães a feira de gado, mas não existe nenhuma evidência de que algum dia tenha tido essa função (a feira de gado de Guimarães realizava-se em Santo Amaro ou no Campo da Feira). Certo é que o nome do Toural de Guimarães deriva de touros. É seguro que, aqui, como em outras praças de Guimarães, se realizavam corridas de touros em dias festivos, como aconteceu no final de Abril de 1605, para assinalar o nascimento de um príncipe. Era também um dos lugares de mercado de Guimarães, onde se vendiam diversas mercadorias (lenha, louça, linho, doces…).

No topo voltado a sul, dominava, desde o último quartel do século XVI,  um magnífico chafariz de seis bicas.

Pormenor da fotografia anterior, com o chafariz em primeiro plano. À esquerda, a igreja de S. Sebastião (demolida em finais de oitocentos); à direita, o edifício onde hoje se encontra o Banco Santander.
(Clicar na imagem para ampliar)


Partilhar:

0 comentários: