2 de janeiro de 2010

Efemérides para o ano de 2010


Gravura da revista Maria Rita, a propósito do conflito entre Guimarães e Braga.

Ao longo do ano que agora se inicia, passam as seguintes efemérides relacionadas com Guimarães:

14 de Janeiro
Passam 15 anos sobre a inauguração da Escola Industrial Francisco de Holanda. Começou a funcionar na sede da Sociedade Martins Sarmento, que então estava no largo do Carmo (hoje Martins Sarmento), no edifício contíguo à casa de Francisco Martins Sarmento. Abriu com 104 alunos matriculados, dos quais 14 do sexo feminino (1885).

1 de Março
Assinala-se a passagem de 150 anos sobre a entrada em vigor em Guimarães do sistema métrico decimal, no que respeita às medidas lineares (1860).

16 de Junho
Centenário da designação como monumentos nacionais dos seguintes monumentos de Guimarães (1910): "Monumentos pré-históricos, antas e outros monumentos": Anta de Polvoreira*; "Monumentos lusitanos e lusitano-romanos": Castros: Citânia de Briteiros e "Citânia" de Sabroso; marcos miliários ("série Capela"): Braga e Guimarães (dois marcos, pertencentes à Sociedade Martins Sarmento); inscrições: Lápide das Taipas ("Ara de Trajano"); "Igrejas": Igrejas de S. Miguel do Castelo, de Nossa Senhora da Oliveira, de S. Domingos (Claustro) e de S. Martinho de Candoso; "Cruzeiros": Cruzeiro de Nossa Senhora da Guia; "Castelos": Castelo de Guimarães; "Padrões": Padrão de D. João I; "Monumentos civis": Paço dos Duques de Bragança; "Paços Municipais": Paços Municipais de Guimarães.

5 de Outubro
Centenário da implantação da República em Portugal, cuja notícia chegou a Guimarães nos jornais do Porto do dia 6 de Outubro de 1910. A proclamação da República foi lida nos Paços do Concelho (praça da Oliveira) ao meio-dia e vinte e dois minutos do dia 8, sendo a nova bandeira hasteada três minutos depois. A banda "Boa União" executou a Portuguesa.

28 de Novembro
Passam 125 anos sobre o dia em que os três procuradores de Guimarães à Junta Geral do Distrito de Braga, Conde de Margaride, Joaquim José de Meira e José Martins de Queirós (Minotes), foram apedrejados e insultados nas ruas da cidade de Braga, dando-se início à célebre questão brácaro-vimaranense (1885).

6 de Dezembro
Assinalam-se 825 anos sobre a morte, em Coimbra, de D. Afonso Henriques (1185).

*A atribuição da condição de Monumento Nacional a este monumento é, ainda hoje, um mistério, uma vez que, tanto quanto se sabe, a "Anta de Polvoreira" nunca existiu...
Partilhar:

0 comentários: