4 de fevereiro de 2009

O 7.º centenário da Morte de Afonso Henriques em Guimarães (13)

7.º Centenário de D. Afonso Henriques
6 de Dezembro de 1185 – 6 de Dezembro de 1885

Duas datas memoráveis nos fastos da história portuguesa: em 6 de Dezembro de 1185 nasce em Guimarães D. Afonso Henriques, o denodada fundador da monarquia, o ínclito lutador dos mouros; em 1885 a actual geração vimaranense, ainda que humildemente, comemora o 7.º centenário do seu filho mais ilustre. E, coisa notável! no dia em que a actual geração vimaranense comemora o 7.º centenário de seu filho mais ilustre, inspirada nas cinzas do grande guerreiro, levanta-se em massa e proclama em um grande comício popular com o seu deputado o sr. dr. Franco Castelo Branco a sua emancipação da tutela de Braga!

Duas datas memoráveis nos fastos da história portuguesa!

O 7.º centenário da D. Afonso Henriques não passou desapercebido em Guimarães, como se dizia; dois briosos mancebos livraram-nos dessa vergonha. Apontemo-los: Albano Ribeiro Belino, Albano Pires da Sousa. Não fui uma festa brilhante, como era para desejar, mas foi significativa,
À alvorada duas bandas de música percorreram as ruas da cidade anunciando as primeiras festas. A rua da Rainha e Campo do Toural estavam embandeiradas com muito gosto e arte. À 1 hora da tarde houve Te Deum na insigne e Real Colegiada, com a assistência das pessoas mais gradas da cidade, entre as quais se achava o nosso ilustre deputado

As iluminações deveram ser brilhantes, mas o tempo, o cruel tempo, não as deixou brilhar.

Ainda assim, conservaram-se nos lugares mais abrigados até à meia-noite. Uma das bandas locou até altas horas no coreto do jardim e a outra estacionou na rua da Rainha. Nas ruas andava muito povo.

O Comércio de Guimarães, n.º 144, 2.º ano, 7 de Dezembro de 1885
Partilhar:

0 comentários: