17 de maio de 2011

O Toural em imagens - Detalhes (2)

O Toural, durante as festas Gualterianas, no primeiro quartel do séc. XX. Repare-se no desnível dos edifício em primeiro plano, à direita, em relação ao chão da praça.
(clicar para ampliar)


Embora não seja completamente perceptível a olho nu, há um desnível acentuado entre a cota baixa do Toural, do lado da igreja de S. Pedro, e a cota alta, do lado do Hotel do Toural. Neste lado, por onde antigamente passava a muralha de Guimarães, havia vários degraus de escada. Aquando da construção dos edifícios que se distribuem por aquela frente, os degraus foram eliminados, tendo as soleiras das portas sido colocadas ao nível do terreiro. A excepção foram os edifícios mais a sul, cujos pisos inferiores ficaram, nas suas frentes voltadas para o Toural, bastante acima do passeio, sendo impraticável entrar por esse lado, pelo que as respectivas entradas se situavam do lado da rua da Arrochela. Só no final da década de 1920, por iniciativa da Câmara e às suas custas, é que as lojas destes edifícios foram rebaixadas até ao nível do passeio.

Pormenor de uma fotografia do Toural de meados do século XIX, onde são perceptíveis diferentes cotas entre o terreiro e as soleiras das casas.
Partilhar:

2 comentários:

Ana C. disse...

Estarei a sonhar? Quase cem mil euros, mais impostos, colocados nas mãos de uma associação de estudantes pela Fundação CIdade de Guimarães? Não acreditam? Então, vejam isto: http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=234876&lk=srch. (AEESMAE = Associação de Estudantes da Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo, do Porto).
Será que perderam a vergonha? Será que perderam o juízo? Certo, certo, é que andam a brincar com dinheiros públicos, que vão ser derretidos em cerveja.

J. Freitas disse...

fINALMENTE ENCONTREI UM DOS MEUS BLOGS PREFERIDOS, NAO ME RECORDAVA DO NOME E QUANDO O PC FOI PARA RESTAURAR APAGOU-O DOS FAVORITOS, AGORA VOU DEMORAR HORAS A VER OS ARTIGOS ANTERIORES, MAS ESTOU CONTENTE :)