4 de julho de 2009

Dos nomes: o Chafariz "do Carmo" e Sarmento na toponímia

Nos últimos dias tenho lido e ouvido chamar chafariz ou fonte do Carmo ao chafariz do Toural que, depois de três séculos no seu lugar original (e natural), foi transferido para a base do Monte Latito, entre o antigo Convento do Carmo e a casa de Martins Sarmento. A verdade é que existe mesmo uma fonte (ou tanque) do Carmo. Esteve, por séculos, encostada ao Convento do Carmo, de onde foi transferido para a Rua de Santo António, encontrando-se hoje na Rua Dr. João da Mota Prego (atrás do edifício dos Correios). Também se chama vulgarmente de Largo do Carmo ao largo que há muito ostenta o nome de Martins Sarmento. Aliás, o prestigiado arqueólogo vimaranense Francisco Martins Sarmento tem o seu nome em pelo menos quinze ruas, avenidas ou praças espalhadas de Norte a Sul de Portugal. Num rápido exercício, identificámos as seguintes presenças de Sarmento na toponímia portuguesa:

Guimarães‎
Largo Martins Sarmento, Oliveira do Castelo
Rua Francisco Martins Sarmento, S. Salvador de Briteiros
Rua Martins Sarmento, Ronfe
Rua Martins Sarmento, Serzedelo
Avenida Francisco Martins Sarmento, Caldelas.

Em Braga‎:
Rua Martins Sarmento, São José de São Lázaro

Em Vila Nova de Famalicão
Rua Martins Sarmento, Calendário

Na Trofa
Rua Martins Sarmento, São Martinho de Bougado

No Porto
Rua de Martins Sarmento, Paranhos

Na Póvoa de Varzim
Rua Francisco Martins Sarmento, A Ver-o-Mar

Em Valongo
Travessa Martins Sarmento, Sobrado

Em Lisboa
Rua Martins Sarmento, Penha de França

Na Amadora:
Praça Martins Sarmento, Urbanização Serra das Brancas, Mina.

Em Sintra
Rua Francisco Martins Sarmento, Agualva

Em Setúbal
Rua Martins Sarmento, Fontainhas, Fernão Ferro, Seixal
Partilhar:

0 comentários: