Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2006

O tanque da Praça Maior

As antigas descrições de Guimarães coincidiam em descrever a amenidade do clima, a fecundidade da terra e a prodigalidade das águas. No passado, parece que o acesso ãágua nunca terá sido um problema maior para os vimaranenses. Da documentação que se guarda nos arquivos, percebe-se que, na velha vila de Guimarães e nos seus arrabaldes, todas as casas teriam o seu próprio poço, algumas até mais do que um. As escavações arqueológicas em curso na casa dos Lobos Machados, para renovação da sede da Associação Comercial e Industrial de Guimarães, parecem comprovar esta ideia.Antes da instalação de um sistema público de abastecimento doméstico de água, havia necessidade de assegurar um mínimo de pontos de água de acesso público, para servir i moradores e forasteiros. Todavia, durante séculos, a Câmara de Guimarães raramente teve necessidade de proceder a gastos de grande monta para assegura água a quem dela necessitava. Quase até ao final do século XVI, o esforço municipal resumiu-se a assegu…

Santa Clara

A primeira pedra do Convento de Santa Clara de Guimarães foi lançada antes do final de 1548, na Rua de Santa Maria, por iniciativa de Baltazar de Andrade, cónego mestre-escola da Colegiada. Financiadas, em parte, por uma pensão retirada da imposição do vinho no concelho de Guimarães, as obras iniciais prolongar-se-iam por mais de uma década. Em 1553, o instituidor obteve em Lisboa um alvará que lhe dava posse de umas casas na mesma rua, para ampliar o edifício do convento. A bula papal que autoriza a criação do convento, sob a regra de Santa Clara e com o título de Santa Maria de Ara-Coeli e da Assunção, está datada de 11 de Outubro de 1559. Referindo-se ao Convento de Santa Clara, Tadeu Luís Camões registou, no seu “Guimarães Agradecido”, que tantas donzelas ilustres e opulentas têm enterrado neste claustral monumento com a liberdade das esperanças do século. Todavia, como um dia notou o Abade de Tagilde, é possível que nem sempre os factos estejam de acordo com as afirmações de Tadeu…