Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2006

A canela de S. Torcato

Segundo uma das tradições que contam a vida e da morte de S. Torcato, o santo seria natural da cidade de Citânia, tendo recebido baptismo no famoso templo de Ceres, que terá existido na antiga Praça do Peixe de Guimarães e que depois foi capela dedicada a S. Tiago. Tendo acompanhado o Apóstolo S. Tiago na evangelização do Entre-Douro-e-Minho, seria nomeado bispo em Roma, regressando a Briteiros, onde prosseguiu com a evangelização. Certo dia, indo pregar para as terras de Vieira, os povos se juntem para o matarem. Seguiram-no e, vendo-o a descansar à sombra de uma árvore pegaram dele, e com sogas e tamoeiros com que prendiam os bois, o ataram de pés e mãose com paus e pedras cruelmente o martirizaram, e ali o deixaram coberto de pedras. Esta é a história de S. Torcato contada por um homónimo, Torcato Peixoto de Azevedo (outra versão diz que terá sido martirizado em Granada, tendo os seus restos mortais sido trasladados para o Noroeste da Península, após a invasão muçulmana). Com o temp…

As Maias

Há, entre nós, tradições seculares que, aparentemente, o tempo e os costumes vão apagando. Uma delas é a das maias ou do maio, uma prática de esconjuro que mandava que, quando entrasse o mês de Maio, as casas fossem ornamentadas com giestas floridas, folhas de carvalho e outros verdes e flores silvestres. Ao cair da tarde do dia 30 de Abril, as maias eram colocadas em todas as portas, postigos, janelas, buracos das paredes e outras aberturas das casas para o exterior. Esta tradição, que em terras de Portugal se celebra de diferentes modos, é muito antiga, sendo já referida em documentos medievais, sendo geralmente associada a ritos ancestrais de carácter universal que tinham como finalidade contrariar as forças malfazejas e estéreis do Inverno e participar do renascimento da natureza, que ocorre todos os anos pela Primavera, Acreditava-se que a lua de Maio produzia a esterilidade. É por isso que o espaço de intervenção das maias não se limita à protecção do espaço doméstico. Persiste …